ANATOMIA DAS PALAVRAS – 4

Marco Lyrio Andrade candidato a Presidente da Junta de Freguesia de Mões

Ora bom dia, boa tarde ou boa noite, “conforme a hora a que esteja no ar”, assim dizia o saudoso Engenheiro Agrónomo Sousa Veloso nos seus programas TV Rural, a preto e branco, nos finais dos anos 60.

Debruçamo-nos hoje sobre os compromissos do candidato a Presidente da Junta, Marco Andrade.

Queira por favor reportar-se à imagem supra para estabelecer a ligação entre os parágrafos e os comentários abaixo, assim evitamos redundâncias de texto. Poupam-se electrões recicláveis. Eh! Eh!

1 – É um bom compromisso porque aponta claramente uma preocupação especial com os mais idosos e vulneráveis. Na matriz demográfica de Mões, esta preocupação reflecte uma postura humanista. É um imperativo de políticas a desenvolver e a implementar de facto, no terreno. Ficamos a aguardar com boa expectativa caso seja o caso.

2 – É também uma preocupação importante construir formas de manter e principalmente catalizar as relações com a população migrante. Nunca esquecendo os mais jovens, muitos já nascidos fora do país, consequentemente mais desenraizados de Mões. Isto porque, naturalmente, têm mais afinidades com o ambiente em que diariamente estudam, trabalham, vivem e convivem. Talvez seja de aproveitar as épocas festivas em que os que estão fora mais visitam Mões, para realizar eventos que tenham de facto interesse e projecção para além da vila, mais segmentados por faixa etária e pólos de interesse. Trará também visitantes da região de Viseu e eventualmente não só de Viseu, se correctamente organizados e divulgados. Será necessário profissionalizar para se chegar ao séc. XXI. Que é possível, é. Que é fácil, não é, porque muitas vezes neste país, há demasiados interesses soberanamente instalados que se opõem ao progresso, porque o progresso pressupõe cortar com um passado de actores e figurantes, uns idiotas totalmente esgotados e esbardalhados no seu próprio vazio cultural e ético, os betumados caciques que não têm pensamento político, apenas barriga de pipa e peito cheio de nada.

3 – Apenas um acrescento. É uma boa intenção mas um Presidente de uma Junta de Freguesia tem de ser apoiado a todos os níveis, não pode lutar sózinho sem armas nem bagagens. Não podemos exigir aquilo em que não nos empenhamos como comunidade.

4 – Nada a dizer. É aliás um discurso transversal a todos os candidatos por este país fora. As Associações locais são importantes pelas razões apontadas. Mas podem ir mais longe em matéria de cultura se houver vontade política e recursos suficientes (não é preciso muito, podem recorrer a patrocíneos desde que o evento tenha dignidade para as empresas, há outras inúmeras formas de juntar recursos).

5 – Pois é. Reivindicar melhores condições é o princípio mais fundamental mas se não se for concreto, ninguém liga a nada. Lutar por elas exige planeamento, projectos sustentáveis, bem desenhados e apoiados em orçamentos sólidos como o granito, coerência e transparência na forma de execução e controlo financeiro. Se todos, nós de Mões, não estivermos ao lado das reivindicações para “enfim melhorar as condições de vida de todos”, o Presidente da Junta não vai conseguir milagres porque não é eleito para Santo Padroeiro de Mões, é eleito para Presidente da Junta de Freguesia de Mões o que se nos afigura serem condições diferentes com verdades diferentes, as de um Homem e as dum Orago. Com o Homem podemos sempre falar e resolver, com o Orago, podemos rezar e esperar. Esperemos que não se confundam estas duas condições.

A Equipa proposta pelo PSD em Mões

Caros leitores (isto agora animou com mais de 700 leitores por dia e muitos no estrangeiro), imagino que cheios de paciência, obrigado por ainda a terem. Amanhã vamos até ao Partido CHEGA e seu candidato a Presidente da Junta de Freguesia de Mões, Miguel da Silva.

Tendo tempo e interesse, não perca porque já sabe,

O QUE LÊ AQUI, NÃO LÊ EM MAIS LADO NENHUM.

Fique bem com sua Família.

PUB

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Clique aqui para saber como são processados estes dados.