PAGAMENTO DAS REFORMAS

MÁRIO DA SILVA JESUS

Será para entender algum dia (claro que entendo na perfeição), o porquê dos pagamentos efectuados pelo Centro Nacional de Pensões, organismo responsável pelos pagamentos aos pensionistas e reformados das respectivas reformas, serem por norma efectuados todas nos dias 8 de cada mês, mas quando o dia 8, no calendário gregoriano, calha por exemplo num sábado, o Centro Nacional de Pensões, faz-nos o favor de adiar e só procede aos pagamentos passados dois dias. O exemplo mais nítido foi o que se passou, no passado mês de Maio, em que as reformas foram pagas somente no dia 10. Será que a maioria daqueles que, por diversos motivos, têm reformas muito baixas, têm capacidades financeiras para esperarem com alguma ansiedade pelas “migalhas” que lhes estão atribuídas?

PUB

Dois dias, sempre dão para ganhar uns juros? E assim, o Estado ganha mais uns “pozinhos”.

MÁRIO DA SILVA JESUS

PUB

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Clique aqui para saber como são processados estes dados.