Tanta trampa NÃO !

Lindos meninos

Sem legendas

Se a esfinge e as pirâmides no planalto de Gisé existem, podemos concluir – prova indirecta – que alguém as ergueu. Não foram resultado de um fenómeno geológico qualquer nem tiveram geração espontânea. Quem afirmar isto e não aquilo, está a atirar areia para os olhos dos outros, com uma velada intenção ou então é completamente doido. Ou bebe chá de cogumelos mágicos enquanto fuma erva dos pastos de Marrocos e snifa farinha dos moinhos colombianos do falecido Pablo.

PUB

O Ministério Público representa o Povo Português quando indicia alguém, ou alguma organização criminosa, para juízo. Insultar o Ministério Público, apelidando-o de fantasioso, especulativo, incompetente, etc, é dirigir os mesmos insultos ao Povo.

O que para todos é por demais evidente, para o Juíz IR, não é. São fantasias. Milhões de euros de fantasias.

A somar ao lastimoso estado da Justiça neste País – “um sítio mal frequentado” como dizia Almada Negreiros – , percebemos claramente que um juíz que deduz uma decisão instrutória, se considera Omnipotente, Plenipotenciário e pode insultar quem quiser, até o Povo. Um intocável.

Qualquer dia, até as moscas portuguesas emigram para o pólo norte porque tanta trampa não é possível de engolir e ainda por cima em seco. Vale mais acreditar no Pai Natal que nestes gajos todos.

José Manuel Barbosa

PUB

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Clique aqui para saber como são processados estes dados.