O Reality Show BIG BROTHER

por Mário Jesus

Big Brother - Duplo Impacto ?
Gostos e cores, não se discutem.

Pois é verdade e mais do que ser verdade é uma realidade, este provérbio bem português, de que gostos e cores não se discutem.

Este tema vem a propósito do programa Big Brother-Duplo Impacto, Reality Show, que passa no canal da TVI, uma estação de televisão privada portuguesa, que proporciona diariamente, oferecendo a todos os telespectadores, aqueles especialmente que mais sofrem, por exemplo de insónias, uma óptima receita ou terapêutica, até que o sono por cansaço nos invada e acabe por nos vencer e adormecermos, no meio de conversas banalíssimas, sem eira nem beira e sem qualquer contexto que possamos dele tirar alguns proveitos culturais, e que, na qual, entra sempre no meio, volta e meia, um ou outro palavrão, menos próprio.

É no entanto uma realidade, porém, de quem vê este programa e quem quer que seja, pois, cada um de nós tem o poder nas próprias mãos, através do milagroso comando e pode a qualquer momento, mudar de canal, assim queiram aqueles que não têm “pachorra” para estar a aturar uma dezena de “meninos”, fechadinhos numa rica mansão, já crescidinhos, alguns com bom “porte atlético”, mas a maior parte deles culturalmente nada evoluídos e que com eles nada aprendemos.

Como comecei este breve texto, gostos e cores não se discutem, pois até tenho de aceitar que haverá muitos telespectadores que acabam por se perderem, em horas, agarrados ao programa, o que “quiçá” até parece ser bom, pois seguindo as regras da Direcção-Geral da Saúde (DGS)…”não saiam de casa”, o que acaba por ser uma boa terapia, para alguns poderem passar o tempo enquanto se encontram em confinamento.

Mas, francamente senhores telespectadores, não esperem tirar daquele “jogo” quaisqueres proveitos vindos daquelas “bandas”. Na verdade, tenho o direito à indignação, porque programas deste género, acabam por “embrutecer”, ainda mais, a inteligência do “tuga” e não são nada aconselhados. Então o que esperam? Sómente a única solução viável – é mudarem de canal, pois este País precisa decerto de programas mais culturais, para um povo um pouco “adormecido”. Mas cada um “come” o que quer… ou o que lhe querem dar.

MÁRIO DA SILVA JESUS

PUB

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Clique aqui para saber como são processados estes dados.