Partilhe
FACTOR DE SUSTENTABILIDADE

FACTOR DE SUSTENTABILIDADE

por Mário da Silva Jesus

Quando o XXI Governo Constitucional, através do Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, quiseram mudar as regras do “jogo”, com novas regras, no diz respeito às reformas antecipadas, quer dos funcionários públicos, cujas reformas são pagas pela Caixa Geral de Aposentações (CGA), quer para os funcionários do sector privado, aqueles trabalhadores que descontam para a Segurança Social (SS), em que todos aqueles que tivessem atingido os 60 anos de idade e 40 anos de descontos, tivessem direito a tal “benesse”, isto é, à tão desejada reforma, mesmo que hajam penalizações.Entretanto o tempo urge, mas a burocracia que é sempre relevante nos serviços, neste caso concreto, os da Segurança Social, em que os requerimentos dos pedidos das reformas antecipadas, para que sejam analisados, parecem que morrem, naquele organismo. Ou não passam de campanhas enganadoras e de uma astúcia dos governos.

MÁRIO DA SILVA JESUS

Comentar