Partilhe
Falta de água em Mões

Falta de água em Mões

Há pessoas sem água ! Inadmissível.

Reproduzimos aqui uma comunicação bem recebida e os nossos comentários.

Boa tarde Sr. Diretor,

vejo muitos apontamentos por parte de V, Exa, mas parece que o anda muito distraído… Mões continua semanas a fio sem abastecimento de águas publicas, a autarquia só mente e as pessoas de Mões continuam sem água. O Sr Diretor deve ter poço, por isso assobia para o lado e entrentem-se com registo que pouco interessam as pessoas.

Tenha um bom dia de olhos fechados.

Direito e dever de resposta da TM :

Exmo. Senhor,

Em primeiro lugar agradeço a sua chamada de atenção para este grave problema que muito sinceramente desconhecia. Dada a impossibilidade de contactar responsáveis das Águas de Castro Daire a um Domingo, fiz vários telefonemas para algumas pessoas das minhas relações e aqui vão os resultados :

  1. Rua Fonteirinha – baixa pressão da água, começam a ter problemas.
  2. Rua da Forca – sem problemas.
  3. Av. Principal – sem problemas.
  4. Rua do Arrabalde – sem problemas.
  5. Rua da Lage B – sem problemas.

Apenas pretendo demonstrar, estatísticamente, que nunca fui alertado para o problema em equação até o Sr. JM, nosso conterrâneo atento, me ter alertado para o facto hoje de manhã. É um problema estatístico, se a maior parte das pessoas não informam, não tenho maneira de saber, só isto. Compreendo bem a sua indignação porque a falta de água é desesperante. Podemos arranjar alternativas à falta de energia mas à falta de água não.

Desde já ponho à disposição de todos os que precisarem de água (das águas de Castro Daire) que na Casa do Arrabalde ainda flui , virem aqui abastecer-se, e também a mesma água das águas de CDR à porta da indústria de transformação situada dentro da quinta do Arrabalde. Anexo foto para melhor identificação do local (torneira). Penso que é simples identificar o local – mandei abrir os portões e acesso – fico pessoalmente disponível para acompanhar e ajudar no que possa.

Para já, mais não posso. Amanhã contactarei os reponsáveis e garanto, que na minha simples qualidade de cidadão contribuinte e gestor de 37 postos de trabalho em 3 empresas, postos de trabalho que mantenho com muito esforço neste contexto do vírus, vamos ter respostas concretas dos responsáveis, pagos por nós, portanto nossos funcionários. O Estado somos nós todos.

De facto tem razão, tenho 4 poços na quinta para rega das macieiras e pereiras (estas plantadas em Fevereiro). Não tenho nenhum poço em casa. Não assobio para o lado, não faz parte do carácter da minha Família assobiar para o lado. Sempre fez parte estar ao lado de pessoas de bem.

A Tribuna de Mões é um blog / jornal privado. Pago por mim, tem vários colaboradores. Esta coisa abjecta do vírus obrigou-nos a todos a recentrar, sobretudo para salvar postos de trabalho.

Eu não sou director da Tribuna de Mões, sou apenas e só um editor entre vários.

Os Directores da Tribuna de Mões são as pessoas de Mões e suas Aldeias. O JM com este seu contributo é um director da Tribuna de Mões porque contribui com temas relevantes para a nossa comunidade. Não é importante o azedume e indignação da sua comunicação, antes é muito mais importante porque nos diz a todos, incluindo os responsáveis das águas de CDR, como as pessoas se sentem, abandonadas, sem autoridades a quem recorrer, sem respostas. Bem haja pela sua coragem.

A Tribuna de Mões é de todos, pessoas de bem e de trabalho, sempre o disse, sempre, sempre, e assim vai continuar a ser. É fundamental este espírito crítico para haver resultados das diferentes opiniões que fazem a vontade do Povo, a Democracia, mas também é importante o escrutínio de quem elegemos e tem a única obrigação de nos representar no poder central ou autárquico.

Se não, sem a colaboração de todos de que este contributo do JM é exemplo, questiono se vale a pena o esforço de manter a TM.

Tudo vale a pena se Alma não é Pequena (Fernando Pessoa).

Comentar