Partilhe

Petição pública que nega a nossa História.

Um tipo qualquer põe-se nos bicos dos pés.

Negar ou reescrever a sua História é a coisa mais aviltante e ultrajante que se pode fazer a um Povo, a uma Nação.

Hoje, liguei a tv para ver em directo o lançamento do robot para Marte e a seguir tomei conhecimento televisivo que há uma petição lançada para que sejam renomeadas 22 ruas em 22 concelhos, ruas que têm o nome de Oliveira Salazar.

Não bastou renomearem a Ponte Salazar para Ponte 25 de Abril. Um obra de arte que só tem a ver com o Estado Novo e com Oliveira Salazar, nada a ver com o 25 de Abril.

Oliveira Salazar permitiu e até defendeu que fosse dado o nome de Sarmento de Beires (como Pioneiro da Aviação Nacional) a duas ruas, uma em Lisboa outra na Parede, sabendo que Sarmento de Beires era seu adversário político. As outras ruas com o nome de Sarmento de Beires penso que são toponímia já pós 25 de Abril.

Estive a ver agora e a dita cuja petição conta já com 307 assinaturas. Serve pelo menos fins estatísticos, ficaremos a saber quantos atrasados intelectuais, ignorantes, analfabetos, estúpidos e invejosos existem por aí a assinar petições do mesmo calibre e registo de encefalopatas espongiformes. Quantos há, no mínimo dos mínimos. É dado estatístico ainda assim, como tal deverá ser divulgado.

Eu, que nem sequer sou um Salazarista militante, vou preparar uma petição, bem fundamentada, para que a Avenida da Boavista no Porto (Boavista é nada, é só percebido como o nome de clube de futebol) e o Parque Eduardo VII em Lisboa, sejam renomeados para Avenida Oliveira Salazar e Parque António de Oliveira Salazar. Isto sim, traria um pouco mais de justiça à nossa História e algum respeito pela nossa memória colectiva.

Ser um dito prof. de História o promotor desta petição, só me ocorre que este tipo devia a estar a trabalhar na estiva e nunca a educar adolescentes. Um prof. De História que nega a História. É só um pateta que inventou um coisa para se pôr nos bicos dos pés. Mais um palerma licenciado.

Já quase adivinho a tese de doutoramento deste inergúmeno, “a importância da ervilha na edificação dos menires e como os adopto como supositórios contra a tosse e substitutos de cogumelos daqueles”.

E vai ser doutorado summa cum laude.

Comentar