Partilhe

Rui Braguês Design & Production.

Mais um exemplo do que do melhor se faz em Mões, por pessoas de Mões. Estas mesas de BAR, ou discoteca, ou snack-bar, ou até nas nossas casas, têm design exclusivo, têm traço, têm raça. São peças de valor que bem poderiam substituir os estereótipos desgastados dos “Vol de Nuit” em Montreal ou Manhattan, New York. Aliás, o primeiro BAR “Vol de Nuit” nasceu em Bruxelas no final dos anos 70.

O importante, aqui retractado, é que o Rui Braguês desenhou e produziu estas peças únicas, design nacional de Mões. Como sempre foi nosso apanágio divulgar o que de melhor se faz em Mões, aqui fica o registo com os nossos parabéns pela criatividade, vontade, visão e conhecimento técnico.

Há pessoas assim em Mões, Emigrantes que trazem riqueza para Mões. Pessoas assim, que ainda investem em Mões.

Contrastam com a irresponsabilidade política de um fedelho sem berço e sem princípios, que há 7 anos dá as boas-vindas aos nossos Emigrantes, habitantes e convidados, com placas incendiadas/chamuscadas, costas voltadas para quem quer investir, criar novos postos de trabalho, atrair investidores, criar riqueza e bem-estar às pessoas de Mões e suas Aldeias. O fedelho gera lixo. Quer é comer bifanas e que lhe ofereçam uns cabritos, uns porcos e umas pernas de vitela a troco. O catraio devia ir ter com as pessoas e perguntar o que pode fazer para ajudar. Mas não. Na qualidade de presidente eleito, o badameco está-se nas tintas para Mões e até para o mundo inteiro. É o presidente da porcaria com o devido respeito aos porcos. Não percebe que quem lhe paga o ordenado somos nós. Não percebe nada de nada a não ser enfardar bifanas e exercer prepotência sobre os mais fracos. Enfim, um bandalho dum fascista com máscara de carnaval de Veneza e cravo ao peito. É tudo uma festa. É tudo uma farsa.