Partilhe
OBRIGADO.

OBRIGADO.

Perderam-se quatro vidas de servidores públicos num trágico e triste acidente. Como são todos os acidentes, inesperados e dolorosos. Até ontem, três Portugueses e um cidadão Espanhol, eram anónimos servidores humanitários, da causa pública. Hoje, estamos de luto pela perda destas vidas dedicadas a salvar vidas. Não eram de Mões? Claro que também eram de Mões, eram de Portugal inteiro na sua quintessência de dedicação e coragem. São Ibéricos e do Mundo pelo exemplo. Não vamos para já esquecer a forma como morreram, mas vamos de certeza celebrar para sempre, a forma como Viveram.

Obrigado Daniela Silva.

Obrigado João Lima.

Obrigado Luís Rosindo.

Obrigado Luís Vega.

Muito obrigado.

1 Comment on this Post

  1. Arlindo da Silva

    O comandante era de Viseu, filho dum conhecido advogado.

Comments are closed.