Partilhe

Quando se dá um mau exemplo, acontecem coisas más.

Será importante que os “políticos” eleitos tenham um mínimo de formação.

A falta de exemplos e de pedagogia, a ausência de referências e de valores como prática política natural, de deixa andar, atitude em part-time mas acima de tudo part-time de cultura e de inteligência, dá em pequenos delinquentes, depois em grandes bandidos.

Lamentavelmente, quem tem a obrigação de fazer pedagogia, de manter o nosso património, de representar o nosso Povo, de compreender que lhe foi entregue responsabilidade paga pelos cidadãos de Mões, que tem de cumprir com o que a Lei o obriga, ausenta-se das obrigatoriedades e funções. Isto é o pior exemplo que se pode dar aos pequenos delinquentes e aos grandes bandidos. Na precedência e na consequência. Ao mesmo tempo ou em tempo diferido. É importante que os “políticos” eleitos tenham alguma formação, por muito básica que seja. Aconselho a estes a leitura das teses do Político Henry Wallon sobre pedagogia. Sobretudo  “A Influência do Factor Orgânico e a Ênfase no Factor Social”. Ou então vamos continuar no ciclo inexorável de que a delinquência gera delinquência, que um bandido sobrevive em torno das suas afinidades, “eu fui eleito” – na terceira pessoa –  para ganhar um ordenado e não tenho nada a ver com nada. É um mau exemplo e é anti pedagogia. Não é compreender o que é democracia. Lamentavelmente, também falta o entendimento (conhecimento ?) da Lei. A esta não fogem. Nunca. Já tomamos medidas em defesa de Mões, mas nesta fase estão em segredo de justiça. A bem de Mões e suas esquecidas Aldeias. A bem do nosso País e da Nação Portuguesa.