Partilhe

Arrabalde ou “a rebaldaria” ? Lixo, lixo e mais lixo. E o “Pilhão” ? Onde está ?

A Rua do Arrabalde é o destino final de todo lixo de Mões e ilhas adjacentes. A explicação é simples. Os contentores para lixo orgânico (os verdes, mais tradicionais) estão todos colocados na AV. Principal onde de concentra o comércio e muitas habitações privadas. Como ninguém quer ver lixo à sua porta e muito bem, é fácil proceder ao despejo do lixo na Rua do Arrabalde que tem alguns metros de extensão e mal é percebida por quem circula na Av. Principal. Este autêntico “desaterro insantário”, choca visitantes nacionais e estrangeiros por se ter tornado habitat de ratos e pela inconcebível imagem de Mões que para o exterior pode parecer uma comunidade de porcos. As “entidades competentes” nunca se mostraram preocupadas porque não é algo que se passe à porta delas. Se fosse, já teriam movido mundos e fundos. Mais uma constatação do desleixo e desinteresse por parte de quem devia defender a comunidade e por inerência, a saúde pública. Mas outros valore se “alevantam”.
Seria de considerar esta acção de formação e sensibilização para os edis da junta de fregueses, corrijo, junta da freguesia, não para a população :
O ecoponto de cor azul designa-se por Papelão, destinado ao papel e cartão;
O ecoponto de cor verde designa-se por Vidrão, destinado às embalagens de vidro;
O ecoponto amarelo, por Embalão, destinado às embalagens de plástico e metal;
O ecoponto vermelho, por Pilhão, destinado às pilhas.

Tudo aponta para que não seja necessária a sensibilização e formação sobre o “Pilhão” e como reciclar pilhas.